Tecnologia

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Morro do Gemedor e a lenda da índia Intã

MORRO GEMEDOR: A índia Intã, era uma índia Tremembé, descendente de Mandu Ladino, vivia na Ilha Grande de Santa Isabel, na bonita praia, Pedra do Sal. Intã adorava o mar, a beleza da natureza e gostava de caminhar pela praia deserta, ora correndo, ora caminhando e brincando com a areia, e, foi justamente, num desses passeios que encontrou desmaiado na praia, o náufrago: de cor branca, cabelos longos e loiros, sua formosura logo a encantou, e porque não dizer, deixou Intã apaixonada e, logo passou a chamá-lo de Ará.


Consciente do perigo que aquele jovem corria, caso fosse encontrado pela tribo, ocorreu-lhe uma ideia, uma luz – esconder o seu príncipe na tapera distante e abandonada, conseguiu arrastá-lo e com dificuldades chegou à cabana; e ele ai se recuperou, sentiu por Intã a mesma simpatia, o mesmo amor... os dias se sucederam e eles continuaram se encontrando, o amor crescendo sempre, e, eles envolvidos no maior sonho, na maior felicidade; entretanto, o sonho pouco durou... a praia foi invadida por altas marés, a tempestade se alastrava e as dunas soterraram as cabanas e casas, entre elas, a tapera do amor como poderíamos chamá-la, onde Intã e a e Ará estavam, foi também soterrada, e, segundo a lenda – Intã continua gemer, nos braços do seu amor – o seu príncipe Ará. O local onde o casal se abrigou, foi soterrado, coberto pela areia das dunas e daí surgiu o MORRO GEMEDOR. Visite o local. Tente subir as dunas e ouça os ais, de Intã e Ará.


Nenhum comentário:

Postar um comentário